Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Neri Vicente e Carina Baia, falam sobre projeto voltado para deficientes ingressarem no mercado de trabalhoDe acordo com o artigo 93 da lei 8.213/91, empresas com 100 ou mais funcionários tem que ter um percentual de vagas destinadas a portadores de deficiências. Por conta disso, a Associação dos Portadores de Deficiência Física da cidade (APDFBM), criou um projeto para capacitar essas pessoas para as vagas que as empresas têm há oferecer.

 

Neri Vicente da Silva é presidente da associação e a principal dificuldade para o deficiente ingressar no mercado de trabalho é o preconceito. “O principal problema que encontramos é o preconceito da própria família, porque eles tentam proteger de mais, mas eles esquecem que a deficiência as vezes não impede da pessoa trabalhar, como é o meu caso”, comenta o presidente, que explica ainda como funciona o projeto de capacitação da APDFBM. “O projeto de capacitação é novo, mas está trazendo muitos bons frutos. A idéia é tornar os deficientes capacitados para as vagas que as empresas disponibilizam, porque às vezes elas exigem um mínimo de qualificação, e os deficientes não tem, então estamos aqui para dar essa qualificação”, ressalta Neri Vicente.

Quem fala também sobre esse projeto, é Carina Baia de Almeida, coordenadora de projetos sociais da associação. “Lojas Cem, Guardian, Rodac, são empresas que temos parcerias, que já entram em contato conosco e podemos assim direcionar pessoas para preencher vagas. Na Guardian, por exemplo, já são 14 capacitados trabalhando. E existe ainda varias empresas que estamos em processo de conversação para aumentarmos a parceria” fala Carina, que lembra ainda que existe a parceria com outras instituições. “Nós temos apoio de outras instituições como o caso da CDL da cidade, a Metasul e a prefeitura, que fazem o meio de campo entre a nossa instituição e as empresas”, ressalta.

Para interessados em participar do projeto e empresas que queiram se tornar parceiras da APDFBM, ela disponibiliza o telefone, 3324-5081 para maiores informações. A associação fica na Rua Jorge Lóssio, nº198, no Centro.

Sine também tem vagas

Outra entidade que disponibiliza vagas para portadores de deficiências é o Sine. Vicente Reis, gerente da unidade da cidade, lembra que existem vagas em aberto. “São 10 vagas para uma grande empresa de siderurgia da região. Os interessados podem entrar em contato aqui com a unidade para passar pelo processo de seleção”, informa Vicente, que completa dizendo que o processo de cadastro é igual para pessoas portadoras de deficiência. “Basta a pessoa vir ao Sine e se cadastrar e tentaremos enquadrá-la em alguma vaga que tenha compatibilidade” finaliza o gerente da unidade. O Sine na cidade fica na Rua Barão de Guapi, nº 147, Centro.

 

http://www.avozdacidade.com

 

 

 

Comentários (0)

Classificado 0 em 5 com base em 0 votos
Ainda não há comentários publicados aqui

Deixe seus comentários

  1. Publicar comentário como convidado.
Rate this post:
0 Caracteres
Anexos (0 / 3)
Compartilhe sua localização
Digite o texto apresentado na imagem abaixo