Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Professores de escola em Taguatinga apresentam atestados consecutivos. GDF diz que está procurando nas regionais ocentes que saibam Libras.

Parte dos alunos da Escola Classe 21, em Taguatinga, está sem aulas há quase dois meses. Segundo informações da direção da escola, duas professoras de turmas especiais, com estudantes surdos ou com alguma deficiência auditiva, estão de atestado médico, o que explicaria a falta de aulas.

Na semana passada, a Secretaria de Educação indicou uma professora para fazer a substituição, mas ela não ficou na escola porque não sabia a Línguas Brasileira de Sinais (Libras). Por meio de nota, a pasta informou nesta terça-feira (9) que está procurando em outras diretorias regionais de ensino profissionais habilitados para atender as turmas especiais.

Na Escola Classe 16, também em Taguatinga, pais e alunos também lidam constantemente com a falta de professores, que apresentam atestados médicos seguidos. A direção diz que solicitou substitutos para a Secretaria de Educação, mas não conseguiu a liberação dos profissionais.

A Secretaria de Educação disse, também por nota, que uma nova professora vai se apresentar ainda nesta terça na EC 16.

Fonte: G1

Comentários (0)

Classificado 0 em 5 com base em 0 votos
Ainda não há comentários publicados aqui

Deixe seus comentários

  1. Publicar comentário como convidado.
Rate this post:
0 Caracteres
Anexos (0 / 3)
Compartilhe sua localização
Digite o texto apresentado na imagem abaixo