Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Processo seletivo foi realizado dentro das dependências da própria Prefeitura de Taboão A Prefeitura de Taboão da Serra, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda realizou, nessa sexta-feira 10 de fevereiro, mais um processo seletivo na própria sede da secretaria, dessa vez, voltado a Pessoas com Deficiência Física. As vagas foram divididas em dois cargos: Auxiliar de Escritório e Ajudante Geral. Essas vagas chegaram à cidade através da parceria estabelecida com a empresa Conaut, com sede no Embu das Artes. A empresa dedica-se à fabricação e comercialização de instrumentos de monitoramento e controle de processos industriais, desde 1965 no mercado nacional, é hoje uma marca conhecida e respeitada no ramo de automação e instrumentação, atuando em todos os ramos da indústria.

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico realiza o trabalho de recolocação de pessoas com deficiência no mercado de trabalho e muitas vezes atende pessoas até de outras cidades que vêm buscar oportunidades de trabalho. É o caso de Leandro Silva e Souza, de 33 anos, portador de deficiência.

“Eu moro no Embu, mas sempre venho aqui, conheço o trabalho da Prefeitura e já estou pensando em me mudar para Taboão da Serra, aqui o atendimento é bem melhor, estou confiante que vou conseguir o meu emprego”, afirma Leandro.

Para Adriana Pires, moradora do Parque Pinheiros, o “pessoal da Secretaria é atencioso e sempre a recebe muito bem”. Ela conta que está desempregada há 1 ano e que apoia a iniciativa da Prefeitura em buscar as vagas diretamente nas empresas da região.

Atendendo à Lei 8.213/91 que determina cotas mínimas de trabalhadores com algum tipo de deficiência para as empresas com 100 ou mais empregados. A Prefeitura de Taboão da Serra, em parceria com o Ministério do Trabalho e Emprego, tem feito um trabalho de conscientização e fiscalização em empresas para se fazer cumprir a lei.

Esse trabalho de fiscalização é realizado pelas Delegacias Regionais de Trabalho (DRTs) que conscientizam, fiscalizam e notificam as empresas para garantir o cumprimento da lei. De acordo com a Lei de Cotas, as empresas que têm entre 100 e 200 empregados devem reservar pelo menos 2% da quantidade de vagas para profissionais com deficiência. Para empresas com até 500 funcionários a cota sobe para 3%; com até 1 mil, 4%; e acima de 1mil a cota estipulada pela lei é de 5%.  

Quem é deficiente?

De acordo com o Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Conade), pelo Decreto 5.296/04, deficiência é "toda perda ou anormalidade de uma estrutura ou função psicológica, fisiológica ou anatômica que gere incapacidade para o desempenho de atividade, dentro do padrão considerado normal para o ser humano".

Pessoas com visão monocular, surdez em um ouvido, com deficiência mental leve, ou deficiência física que não implique impossibilidade de execução normal das atividades do corpo, não são beneficiados pela Lei 8.213/91. Para tirar quaisquer dúvidas sobre o enquadramento ou não das pessoas para as vagas disponíveis, entrar em contato com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

Informações e Inscrições

Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda
Rua Cesário Dau, 535 - Jardim Maria Rosa
Telefone:             (11) 4788 7888       (De segunda à sexta-feira, das 8h às 17h)

Comentários (0)

Classificado 0 em 5 com base em 0 votos
Ainda não há comentários publicados aqui

Deixe seus comentários

  1. Publicar comentário como convidado.
Rate this post:
0 Caracteres
Anexos (0 / 3)
Compartilhe sua localização
Digite o texto apresentado na imagem abaixo